Um ano de Frodo

Há um ano atrás, exatamente 365 dias, nascia o amor da minha vida, aquele que chegou aqui pequenininho, mal sabia andar. Medroso, ainda sim atentado, que atropelava todos os móveis, parecia não enxergar direito, cheguei a ficar preocupada. Com as perninhas tortas, os dentinhos mais afiados que existiam, uma bolinha com a barriga cheia de verme. O latido estridente que mau podia ser chamado de latido, tinha que fazê-lo dormir, preparar cada papinha que parecia ser a última comida do mundo. Lembro quando ele chegou a pesar 16kg, ainda conseguia pegá-lo no colo, hoje o latido não é mais o mesmo (ainda bem), acho que é impossível pesá-lo, mas imagino que ele esteja com uns 40kg de pura gostosura, ou mais. Em pé chega no meu ombro e olha que não sou baixinha haha, 25kg de ração por mês é pouco. Lembro de quando seus dentinhos caíram, deu diarreia, ficou mais dengoso do que já é, chorava, não conseguia comer, lá foi a papa de novo, inclusive tenho dois guardados ali, o resto ele comeu, o que ele não comeu? eu me pergunto. Quando foi picado por uma abelha, pois tentou comê-la, tive que puxar o ferrão e ele ficou parecendo o Fofão, não sei se eu ria ou chorava por vê-lo chorar também.
A casinha que ja foi reformada e já está comida novamente e foram roupas do varal que ele jogou metade no chão e comeu a outra metade, prendedores de roupa, o coqueiro da minha mãe, chinelos, sapatos, travesseiros, toalhas, almofadas, panos de chão, pedra, sim, pedra, inúmeros potes, as plantinhas que ficavam na mesa da varanda que foram parar misteriosamente no chão, o tapete do meu quarto, hoje mesmo ele comeu outra vasilha e têm coisas que me pergunto, como ele consegue? tirar o ralo da pia, acender a luz, comer mosquitos, borboletas, algumas formigas, eu juro que ele não passa fome viu gente?!
E a parte mais linda, saber quando eu estou triste e não pular em mim, ficar ali simplesmente deitado nos meus pés ou no meu colo como de praxe, a companhia mais gostosa de todo o mundo, acordar e ficar me olhando ir trabalhar até eu dobrar a esquina, chorar quando eu chego em casa e demoro a ir vê-lo. Obedecer é uma ótima parte também, sentar, dar a patinha, pegar a bolinha e até pra levar bronca ele volta, e deita com a cabeça sobre as patinhas com o olhar de cachorro chorão, dá até pena. Eu ficaria aqui falando sobre ele por horas (faltou tanta coisa), mas ele tá ali latindo. Frodo te amo!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s